No passado dia 7 do corrente mês de abril, acompanhado pelo diretor-geral da SAD do Clube Desportivo das Aves, Luís Duque, o autarca tirsense salientou a “importância do investimento” e que a visita serve como “um empurrão” para que as obras avancem, porque “o tempo urge.”

A Quinta dos Pinheiros e os seus quatro hectares dará lugar a uma unidade hoteleira com cinquenta quartos, quarenta duplos e dez simples, e a três campos de futebol, dois com relva natural e um sintético, que albergará as equipas sob a alçada da SAD e do clube avense, como os juniores. A intenção será no futuro fazer com que o centro de alto rendimento seja utilizado para estágios de equipas internacionais e formação de técnicos estrangeiros.

Joaquim Couto assinalou que a sua visita “significa, essencialmente, um estímulo à SAD e ao Clube Desportivo das Aves, relativamente ao grande investimento que estão a fazer, bem como inteirar-me do ponto de situação e dialogar, se for o caso disso, sobre questões que sejam necessárias ultrapassar e sobre as quais a câmara municipal tenha uma intervenção direta”.

Segundo o autarca, o investimento da SAD do clube avense “é excelente, até mesmo no timing em que apareceu, e obviamente contribui para o prestígio do município, para a criação de emprego, e para que, no caso em particular da atividade desportiva, Santo Tirso e Vila das Aves estejam no mapa daquilo que é o melhor no futebol do português.”

Luís Duque, em representação da SAD, destacou que “esta é uma obra grande e complicada”, que sofreu um atraso em fevereiro devido ao mau tempo. O diretor geral da SAD elogiou o posicionamento que a câmara municipal de Santo Tirso tem prestado a todo o projeto que, “para além do licenciamento, há um permanente acompanhamento e diálogo entre a SAD e a autarquia”, em especial na resolução célere de problemas a nível técnico que vão aparecendo.

A conclusão das obras está prevista para fevereiro do próximo ano, sendo que os três campos serão disponibilizados para treinos das equipas antes dessa data. “Esperemos que o CD Aves na 1ª Liga dê mais visibilidade ao empreendimento”, realçou Luís Duque.

Paulo R. Silva

 

Anúncios